Rua Pedroso Alvarenga, 584 – Itaim Bibi, São Paulo, SP

Alimentação inteligente + esportes para o controle de diabetes

por 5 set, 2023

A alimentação e esportes para controle de diabetes são uma forma complementar para o tratamento da doença, contribuindo para a melhora na qualidade de vida e saúde do paciente.

O uso de medicamentos para o tratamento da diabetes é essencial, mas não é a única medida importante para se tomar. Além disso, manter uma alimentação saudável e exercícios físicos são essenciais não só para o controle, mas também para a prevenção da doença.

Neste artigo, você vai aprender como usar a alimentação e os esportes para controle de diabetes de forma assertiva e saudável.

Controle de diabetes: entenda os diferentes tipos

A diabetes é uma doença crônica que se caracteriza pela incapacidade do organismo de regular os níveis de glicose no sangue, o que pode causar uma série de complicações à saúde. 

Enquanto a diabetes tipo 1 é causada por uma diminuição ou ausência de produção de insulina, a diabetes tipo 2 ocorre quando o corpo desenvolve uma resistência à influência desse hormônio.

Outra diferença está no fato de que o tipo 1 é provocado por fatores genéticos enquanto o 2 pode ser evitado.

Em ambos os casos, apenas o uso de medicamentos não vai fazer com que o estilo de vida do diabético seja equilibrada, é preciso a combinação com dieta e prática de exercícios.

Uma rotina saudável e equilibrada não apenas ajuda no controle da doença como também contribui para a: 

  • perda de peso
  • bem-estar; 
  • aumenta a expectativa de vida; 
  • previne doenças cardiovasculares;
  • regula hormônios como a endorfina.

A diabetes é uma condição delicada com o potencial de causar várias complicações, incluindo a cegueira e dificuldades na cicatrização de feridas após procedimentos cirúrgicos.

No entanto, com um controle adequado, é possível preservar uma excelente qualidade de vida e bem-estar.

Alimentação inteligente para o controle de diabetes

Uma dieta saudável desempenha um papel fundamental na gestão da diabetes. Para aqueles com esta condição, adotar um estilo de vida voltado para o autocuidado é essencial para evitar complicações graves.

Uma prática essencial é a distribuição das refeições ao longo do dia. Recomenda-se fazer de 5 a 6 refeições de menor volume diariamente, incluindo refeições fundamentais como o café da manhã, almoço e jantar, além de pequenos lanches entre eles.

Evitar longos períodos de jejum é fundamental para manter níveis estáveis de glicose no sangue e evitar excessos em outras refeições.

Alimentos essenciais para o controle da diabetes

Antes de mais nada, investir na alimentação para o controle da diabetes é ingerir cada vez mais alimentos com baixo nível glicêmico. Entre eles estão:

  • legumes;
  • frutas;
  • verduras;
  • aveia;
  • peixes; e
  • nozes. 

Isso porque eles são ricos em vitaminas, minerais e fibras e, em geral, possuem menos calorias, ponto importante no controle da diabetes.

Pode ser diferencial, também, o consumo de chá-verde, que é muito benéfico para o equilíbrio de açúcar no sangue, evitando a diabetes tipo 2.

Pontos de cuidado com alguns alimentos

Entre os alimentos indicados, mencionei as frutas, mas é importante ter um certo cuidado com a qualidade e a quantidade consumida. Isso ocorre porque algumas variedades de frutas possuem um alto teor de frutose, como é o caso da:

  • manga;
  • abacaxi;
  • melancia;
  • uva;
  • figo.

Essas frutas possuem um índice glicêmico elevado, portanto, é necessário ter atenção ao consumi-las, mesmo quando em forma de suco sem adição de açúcar. 

Prática de esportes para o controle de diabetes

Praticar exercícios regularmente é um hábito valioso para pessoas que têm diabetes. Estudos confirmam a eficácia no controle dos níveis de açúcar no sangue, além de diminuir os riscos de doenças do coração. 

O controle do peso e mais disposição são benefícios colhidos com a prática também.

Esportes aeróbicos

Os exercícios aeróbicos são aqueles que fazem o corpo precisar de maior quantidade de oxigênio para serem executados, como natação, ciclismo, caminhada, pular corda, entre outros. 

São uma ótima forma de produzir energia e promover a perda intensa de calorias, o que é muito positivo para o diabético. Recomenda-se que sejam praticados exercícios aeróbicos pelo menos 3 vezes na semana e, se possível, diariamente. 

Estudos mostram que, em uma rotina de exercícios, a partir de 8 semanas, reduziram em média 0,66% os níveis de hemoglobina glicada em pessoas com diabetes tipo 2, mesmo que não haja perda significativa de peso.

Exercícios de flexibilidade e resistência

Os exercícios de resistência auxiliam no controle glicêmico, sendo muito benéficos para a manutenção da insulina no corpo.

Além disso, os exercícios de flexibilidade são importantes para o fortalecimento das articulações, que podem ser danificadas com a hiperglicemia.

O que o diabético deve evitar?

Estudos indicam que o consumo elevado de alimentos ultraprocessados está associado a um maior risco de diabetes. Por outro lado, consumir uma maçã em jejum, por exemplo, pode contribuir para a redução dos níveis glicêmicos.

Quando sentir sede, a melhor escolha é a água pura. Nenhuma outra bebida a substitui. Evite bebidas com adição de açúcares, como refrigerantes, bebidas alcoólicas açucaradas, sucos, vitaminas, energéticos e isotônicos.

Outro ponto de atenção são os rótulos. Crie o hábito de analisá-los com atenção. 

O açúcar pode estar presente em produtos com diferentes nomes, como sacarose, frutose, maltodextrina, xarope de milho e açúcar invertido. Fique atento para fazer escolhas conscientes.

Conclusão

A diabetes é uma doença crônica que pode ser evitada e equilibrada com uma rotina de alimentação saudável e exercícios físicos.

Além de usar os medicamentos prescritos para fazer a manutenção da doença, é essencial que se tenha atenção nos alimentos consumidos para que nada pior se desenvolva.

Por fim, se você precisa de ajuda profissional, fale com um especialista para ter um acompanhamento personalizado. Esse olhar é essencial para que você tenha os melhores resultados.

Escrito por Dr. Filipe Fontes

Médico – CRM200152
Clínica médica • Endocrinologia

Especialista em emagrecimento, reposição hormonal e qualidade de vida.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *