Saiba como a nutrição auxilia no controle da Diabetes Mellitus

por 20 set, 2023

Entender como a nutrição auxilia no controle da diabetes é essencial para pessoas vivendo com essa doença e, também, para quem deseja evitá-la.

Mais do que simplesmente evitar o consumo de açúcar, é preciso entender como diferentes alimentos e hábitos influenciam os níveis de glicose no sangue. 

Por isso, neste artigo, eu reuni tudo o que você precisa saber sobre o tema para controlar o diabete com alimentação e, até mesmo, reduzir a quantidade de medicamentos ingeridos no dia.

Diabetes Mellitus: como a nutrição pode ajudar a controlar?

Independente do tipo de diabetes, a nutrição desempenha um papel essencial no controle da doença. Veja algumas estratégias nutricionais que podem ajudar a controlar os níveis de glicose no sangue:

  • Controle de carboidratos: os carboidratos têm um impacto direto nos níveis de açúcar no sangue. Monitorar a ingestão de carboidratos e escolher opções de baixo índice glicêmico pode ajudar a controlar os níveis de glicose.
  • Fibras alimentares: alimentos ricos em fibras, como grãos integrais, legumes e frutas, podem ajudar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e melhorar a sensibilidade à insulina.
  • Proteínas magras: incluir proteínas magras na dieta pode ajudar a manter a saciedade e estabilizar os níveis de glicose após as refeições.
  • Controle de peso: para aqueles com diabetes tipo 2, a perda de peso pode ser uma estratégia eficaz para melhorar o controle da glicose. Uma dieta balanceada aliada à prática regular de exercícios físicos é fundamental.
  • Acompanhamento regular: acompanhar de perto os níveis de glicose no sangue é essencial para ajustar a dieta conforme necessário e evitar picos perigosos.

Um profissional de saúde especializado pode criar um plano alimentar personalizado, levando em consideração a idade, o tipo de diabetes, as preferências alimentares e outras condições médicas.

Quais alimentos ajudam a baixar o diabetes?

Controlar a diabetes requer mais do que simplesmente eliminar o açúcar da dieta, sendo necessária a inclusão de alimentos que ajudam a regular os níveis de glicose no sangue e fornecem nutrientes essenciais.

Os grãos integrais, como o arroz integral, quinoa, pão integral e aveia, liberam açúcar gradualmente, especialmente quando têm baixo índice glicêmico.

Leguminosas, como feijão, lentilha e grão-de-bico, são ricas em proteínas e fibras, promovendo a construção muscular e mantendo a glicose estável.

Vegetais não amiláceos, como espinafre, couve, brócolis e abobrinha, são fontes de fibras e aminoácidos essenciais, benéficos para o controle da diabetes.

Peixes ricos em ômega-3, como sardinha e salmão, beneficiam a saúde cardiovascular e a regulação da glicose. Proteínas magras, como frango, também contribuem para a composição muscular e o metabolismo.

Gorduras saudáveis de abacates, nozes e azeites, especialmente mono e poli-insaturadas, melhoram a resistência à insulina.

Introduzir esses alimentos em sua dieta, combinado com acompanhamento profissional, pode ser fundamental para controlar a diabetes e promover a saúde a longo prazo. 

Alimentos que pioram o diabetes e você precisa evitar

Para manter o diabetes sob controle, é essencial fazer escolhas alimentares cuidadosas. Existem diversos alimentos que podem agravar a condição e, portanto, devem ser limitados ou evitados. 

Aqui estão algumas diretrizes para uma dieta saudável para diabéticos:

  • Doces e sobremesas: doces, bolos, chocolates, refrigerantes,  biscoitos e sobremesas açucaradas devem ser consumidos com extrema moderação, se não eliminados completamente.
  • Fast Food e alimentos processados: muitas vezes contêm altos níveis de gorduras saturadas, sódio e açúcares adicionados. Evite fast food e reduza o consumo de alimentos processados.
  • Farinha branca: alimentos feitos com esse tipo de farinha são digeridos rapidamente e podem causar aumentos rápidos nos níveis de glicose no sangue. Prefira grãos integrais.
  • Alimentos ricos em sódio: o consumo excessivo de sódio pode afetar a saúde cardiovascular. Limite a ingestão de alimentos processados e opte por temperos naturais para dar sabor à sua comida.
  • Bebidas alcoólicas: o álcool pode afetar os níveis de glicose no sangue e deve ser consumido com moderação. Consulte seu médico para orientação sobre o consumo seguro de álcool.

Cada pessoa com diabetes pode ter necessidades alimentares diferentes, por isso consulte um nutricionista para criar um plano alimentar personalizado que atenda às suas necessidades

Potencializando os resultados do controle da diabetes

A melhor forma de potencializar o controle da diabetes é incluindo exercícios físicos na rotina, pois melhora a sensibilidade à insulina e aumenta a captação da glicose pelas células musculares.

Além disso, também promove a perda de peso, reduz a pressão arterial e melhora o perfil lipídico. Os efeitos a longo prazo também incluem o aumento da capacidade cardiorespiratória.

Por fim, a musculação, sobretudo com o foco no ganho de massa, é um dos mais indicados. Diversas modalidades esportivas podem fazer parte da rotina, desde que com a devida orientação médica. 

Como saber se estou com a diabetes controlada?

Para controlar a diabetes é preciso verificar periodicamente os níveis de glicose no sangue.

É comum que, depois de descobrir a doença e seguir os cuidados de forma regrada, os níveis de açúcar no sangue ficam controlados em alguns meses de tratamento.

Em resumo, o ideal de glicose no sangue é de 70 a 100 mg/dl, com a diabetes controlada. Mas, mesmo nesse caso, manter a verificação e acompanhamento médico é essencial.

O organismo possui memória metabólica, então ele ainda pode ficar descompensado a qualquer momento. Por isso, manter os exames de sangue de rotina mesmo com a doença controlada é indispensável. 

Qual médico procurar para ter ajuda na dieta para diabetes?

O nutrólogo é o profissional com formação relacionada aos nutrientes na formação do corpo. A atuação pode ter o foco no estabelecimento da rotina alimentar, bem como as táticas de substituição.

O trabalho especializado também pode ser feito por nutricionistas, visto que os profissionais são capacitados para receitar dietas com o fim de controle da diabetes por meio da alimentação.

Por fim, o tratamento contínuo também pode envolver uma série de profissionais como endocrinologista, médicos do esporte, nutricionistas e nutrólogos.

Conclusão

O controle do diabetes exige uma combinação de alimentação equilibrada, monitoramento regular da glicemia e prática de exercícios.

A prática de exercícios físicos potencializa a eficácia da dieta e traz benefícios como aumento da sensibilidade à insulina e melhora da capacidade cardiorrespiratória.

Por fim, para garantir os melhores resultados, é recomendado o acompanhamento de profissionais como nutricionistas, nutrólogos e educadores físicos.

A FGH Medicina possui uma equipe multidisciplinar que pode fornecer orientação e acompanhamento personalizado. Entre em contato agora mesmo.

Sobre o autor

Dr. Filipe Fontes

Médico - Endocrinologia

  • Clínica médica
  • Endocrinologia e metabologia
  • Emagrecimento, obesidade, gordura localizada
  • Performance e ganho de massa
  • Melhora da libido e disposição
  • Terapias injetáveis
  • Reposição hormonal e qualidade do sono
  • Tireóide, diabetes e sarcopenia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *