Rua Pedroso Alvarenga, 584 – Itaim Bibi, São Paulo, SP

Mounjaro: A Maior Revolução No Tratamento da Obesidade

por 30 jun, 2024

O Mounjaro, medicamento com o princípio ativo tirzepatida, vem sendo divulgado pela mídia brasileira como o “Ozempic dos Ricos”, é um medicamento inovador lançado pela Eli Lilly em 2022.

Desenvolvido inicialmente para o tratamento do diabetes tipo 2, o Mounjaro demonstrou também uma eficácia impressionante na redução de peso, posicionando-se como uma das maiores revoluções no tratamento da obesidade visto que seus resultados se comparam aos de uma cirurgia bariátrica.

A tirzepatida atua como um agonista duplo dos receptores de peptídeo insulinotrópico dependente de glicose (GIP) e glucagon-like peptide-1 (GLP-1), oferecendo um mecanismo de ação único e eficaz.

Para que Serve o Mounjaro?

O Mounjaro foi desenvolvido para tratar tanto o diabetes tipo 2 quanto a obesidade. Sua atuação no tratamento da obesidade se dá por meio da combinação dos efeitos do GIP e GLP-1, hormônios que regulam o apetite e a ingestão de alimentos.

  • Promove a saciedade: Reduz o apetite e aumenta a sensação de saciedade, levando a uma menor ingestão calórica.
  • Melhora o controle glicêmico: Diminui os níveis de glicose no sangue, essencial para pacientes com diabetes tipo 2.
  • Reduz o peso corporal: Em estudos clínicos, pacientes relataram perdas de peso significativas, muitas vezes superiores aos alcançados com outras terapias medicamentosas.

Esse medicamento se destaca por oferecer uma abordagem não invasiva, com eficácia comparável à de procedimentos cirúrgicos.

Mecanismo de Ação Combinado de GIP e GLP-1

  1. Efeito Sinérgico: A combinação de GIP e GLP-1 tem um efeito sinérgico no controle do apetite e na regulação do metabolismo. Enquanto o GLP-1 é conhecido por sua capacidade de aumentar a sensação de saciedade e diminuir a ingestão de alimentos, o GIP complementa esses efeitos ao melhorar a sensibilidade à insulina e promover a utilização de energia. Juntos, eles potencializam a perda de peso.
  2. Modulação do Apetite e Ingestão Alimentar: O GLP-1 atua nos centros de apetite do cérebro, aumentando a sensação de saciedade e retardando o esvaziamento gástrico, o que leva a uma menor ingestão calórica. O GIP, por outro lado, também influencia positivamente o controle do apetite, potencializando ainda mais os efeitos do GLP-1.
  3. Metabolismo Energético:
    O GIP tem um papel na promoção da lipólise (quebra de gordura) e na redução da lipogênese (formação de gordura), contribuindo para uma melhor utilização dos depósitos de gordura corporal. Isso é crucial para a perda de peso, pois aumenta a queima de gordura ao invés de sua armazenagem.
  4. Melhor Controle Glicêmico:
    Embora ambos os hormônios melhorem a secreção de insulina em resposta a refeições, a tirzepatida oferece uma maior eficácia no controle glicêmico em comparação ao GLP-1 isolado, o que também contribui para uma menor deposição de gordura.

Mounjaro é a Mesma Coisa que Ozempic?

Apesar de ambos serem utilizados no tratamento da obesidade e diabetes tipo 2, Mounjaro e Ozempic (semaglutida) não são a mesma coisa. As principais diferenças incluem:

  • Mecanismo de Ação: O Ozempic é um agonista do receptor GLP-1, enquanto o Mounjaro é um agonista duplo de GIP e GLP-1, proporcionando um efeito potencializado na redução de peso e controle glicêmico.
  • Eficácia na Perda de Peso: Estudos indicam que a tirzepatida pode resultar em uma maior perda de peso comparada à semaglutida, devido à sua ação dupla.
  • Perfis de Efeitos Colaterais: Embora compartilhem alguns efeitos colaterais, como náuseas e vômitos, a combinação de GIP e GLP-1 pode oferecer um perfil de segurança diferenciado.

Quais os Efeitos Colaterais do Mounjaro?

Em relação aos efeitos colaterais, são semelhantes aos do Ozempic:

  • Gastrointestinais: Náuseas, vômitos, diarreia e constipação. Esses sintomas geralmente ocorrem no início do tratamento e tendem a diminuir com o tempo.
  • Hipoglicemia: Especialmente em pacientes que utilizam outros medicamentos antidiabéticos concomitantemente.
  • Reações no Local da Injeção: Vermelhidão ou irritação onde o medicamento foi administrado.

Porém, nos estudos indicados, o Mounjaro vem apresentando esses efeitos colaterais em menores intensidades do que o Ozempic.

Estudos Científicos Sobre o Mounjaro

Vários estudos clínicos têm demonstrado a eficácia do Mounjaro na perda de peso. Um estudo de fase 3, SURPASS-2, mostrou que pacientes tratados com tirzepatida alcançaram uma perda de peso média de até 22,5% em comparação aos tratamentos convencionais. Comparado a outros medicamentos, como a semaglutida (Ozempic), o Mounjaro mostrou uma perda de peso superior, destacando-se como uma opção de tratamento promissora.

Já no estudo SURMOUNT-1, demonstrou que a tirzepatida pode levar a uma perda de peso ainda mais significativa. Participantes que continuaram usando tirzepatida por 88 semanas alcançaram uma perda média de 25,3% do peso corporal total, com alguns participantes chegando a perder até 27% do peso corporal total.

Um resultado tão impressionante que se compara ao de resultados na média de cirurgias bariátricas, que variam de 15 a 35% dependendo do tipo de cirurgia, mas na média chegam a uma perda de peso de 15%.

Quem Pode Tomar o Mounjaro?

  • Pacientes com IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 30: Considerados obesos.
  • Pacientes com IMC acima de 27 com comorbidades associadas, como diabetes tipo 2.
  • Adultos com diabetes tipo 2: Para o controle glicêmico e redução de peso.

É importante que o uso seja sempre sob supervisão médica, considerando contraindicações e possíveis interações medicamentosas.

Onde Comprar Mounjaro no Brasil?

Atualmente, o Mounjaro foi aprovado pela ANVISA, mas ainda não está disponível nas farmácias brasileiras. Em declarações a imprensa, a fabricante do medicamento ainda não deu previsão de lançamento deste medicamento no mercado nacional.

O medicamento pode ser adquirido através de importação, com prescrição médica, até que esteja amplamente disponível no mercado nacional. A importação deve seguir regulamentações específicas para garantir a segurança e eficácia do tratamento.

Com esses pontos, o Mounjaro se consolida como uma importante ferramenta no arsenal de tratamentos para obesidade, prometendo transformar a vida de muitos pacientes e contribuindo para uma melhora significativa na qualidade de vida.

Escrito por Dr. Filipe Fontes

Médico – CRM200152
Clínica médica • Endocrinologia

Especialista em emagrecimento, reposição hormonal e qualidade de vida.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *