Rua Pedroso Alvarenga, 584 – Itaim Bibi, São Paulo, SP  |  (11) 99717-7493

Quais exames de sangue devo fazer de rotina?

por 3 maio, 2023

Fazer exames de rotina é uma prática importante para a manutenção da saúde e prevenção de doenças. E dentre os exames mais comuns, os de sangue são alguns dos mais requisitados pelos médicos.

Mas diante de uma lista extensa de opções disponíveis, pode ser difícil saber quais exames de sangue são realmente necessários para a sua rotina de check-up.

Neste post, vou apresentar quais são os exames de sangue que você deve fazer regularmente para garantir o bom funcionamento do seu organismo.

Você entenderá o que cada exame avalia, em quais situações eles podem ser indicados e o que os resultados podem indicar sobre sua saúde. Confira!

Qual a importância dos exames de rotina?

Fazer exames de rotina é uma prática fundamental para manter a saúde em dia e prevenir doenças. 

Através deles, é possível identificar precocemente alterações no organismo, que muitas vezes passam despercebidas, e que, se não tratadas, podem evoluir para quadros mais graves.

No entanto, embora esses exames sejam importantes, muitas pessoas ainda os negligenciam, seja por medo de agulhas ou sangue, ou por outros motivos. 

De acordo com dados do Ministério da Saúde, 31% dos homens não fazem exames de rotina, o que pode contribuir para o diagnóstico tardio de doenças e complicações evitáveis.

Além disso, a pandemia de Covid-19 também trouxe uma nova preocupação para as pessoas em relação aos exames de rotina. Outra pesquisa revelou que milhões de pessoas deixaram de fazer exames de rotina com medo de serem contaminadas pelo coronavírus, o que pode prejudicar ainda mais a detecção precoce de problemas de saúde.

Portanto, é importante ressaltar que os cuidados com a saúde devem ser mantidos mesmo em tempos de pandemia. Converse com seu médico sobre os exames indicados para a sua faixa etária e condição de saúde, e siga as recomendações de frequência para a realização dos mesmos.

Quais são os principais exames de sangue de rotina e o que eles detectam?

Existem vários tipos de exames de sangue que podem ser solicitados em uma rotina de check-up, e cada um deles avalia diferentes aspectos do organismo. A seguir, listamos alguns dos principais e o que eles detectam:

Hemograma completo:

Um hemograma completo é uma avaliação abrangente da quantidade e qualidade das células sanguíneas em um indivíduo, como glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

Ele é usado para detectar qualquer anormalidade no sangue – como anemia, infecções, inflamações e outras alterações. Este exame é fundamental e pode oferecer informações valiosas sobre o estado geral de saúde de um indivíduo.

Colesterol total e frações:

Avalia os níveis de colesterol total, LDL (colesterol ruim), HDL (colesterol bom) e triglicerídeos. 

Ao analisar os resultados, o médico pode detectar riscos de doenças cardiovasculares e orientar os pacientes a fazer mudanças na dieta e no estilo de vida para melhorar sua saúde.

Glicemia de jejum:

O teste de glicemia de jejum é uma importante ferramenta de diagnóstico que mede a quantidade de açúcar na corrente sanguínea. 

Os resultados podem ajudar a detectar possíveis riscos de diabetes, bem como monitorar e controlar os níveis glicêmicos em pacientes diabéticos.

TSH e T4 livre:

Os exames de TSH e T4 livre são utilizados para avaliar a função da tireoide e identificar possíveis disfunções nessa glândula, como o hipotireoidismo ou hipertireoidismo. 

Os resultados podem indicar a necessidade de tratamento médico específico para corrigir o problema detectado.

Ferritina:

O exame de ferritina é utilizado para avaliar os níveis de ferro no organismo, permitindo a detecção de possíveis deficiências e suas consequências, como anemias e outras condições relacionadas.

Seu resultado pode indicar a necessidade de suplementação de ferro e ajustes na alimentação para prevenir ou tratar possíveis complicações associadas a essas condições.

Ácido úrico:

O exame de ácido úrico é utilizado para avaliar os níveis dessa substância no sangue, permitindo a detecção de possíveis riscos de doenças metabólicas, como a gota.

Se os níveis de ácido úrico estiverem elevados, pode indicar a necessidade de mudanças na alimentação e estilo de vida, a fim de prevenir ou tratar possíveis complicações associadas a essas doenças.

Vitamina D:

O exame de Vitamina D é utilizado para avaliar os níveis dessa vitamina no organismo e pode detectar deficiências que estão associadas a diversas condições, incluindo osteoporose e doenças autoimunes.

Através desse exame, é possível identificar se há necessidade de suplementação de vitamina D para prevenir ou tratar possíveis deficiências, garantindo a manutenção da saúde óssea e do sistema imunológico.

PSA:

O exame de PSA mede o nível do antígeno prostático específico, uma proteína produzida pela próstata. 

Esse exame é utilizado para identificar possíveis alterações, incluindo o câncer de próstata, uma vez que níveis elevados de PSA podem ser um indicativo da doença.

Entretanto, é importante salientar que um resultado positivo não significa necessariamente que o indivíduo tenha câncer de próstata, sendo necessário realizar exames complementares para confirmar o diagnóstico.

HIV:

O exame de HIV é indicado para detectar se uma pessoa é portadora do vírus HIV. É recomendável realizar esse exame anualmente, mas em casos de comportamentos de risco, deve-se fazer o teste após um mês da possível exposição ao vírus.

Dessa forma, é possível detectar precocemente a infecção e iniciar o tratamento adequado para controlar a progressão da doença e prevenir a transmissão do vírus para outras pessoas.

Proteína C Reativa (PCR):

A proteína C reativa (PCR) é uma enzima produzida pelo fígado que pode indicar a presença de um processo inflamatório no organismo quando seus níveis estão elevados no sangue.

Entretanto, é importante salientar que esse exame de sangue é indicado para detectar a presença de uma infecção, mas não é capaz de fornecer informações detalhadas sobre a origem e o tipo da inflamação.

Para um diagnóstico mais preciso, podem ser necessários exames complementares específicos para investigar a causa subjacente.

É importante ressaltar que a indicação dos exames de sangue de rotina pode variar de acordo com a idade, sexo, histórico de doenças pessoal e familiar e outros fatores individuais. 

Portanto, a orientação médica é essencial para definir quais exames são necessários para cada pessoa.

Quantas horas tenho que ficar de jejum para fazer exame de sangue?

O tempo de jejum necessário para fazer um exame de sangue pode variar de acordo com o tipo de exame solicitado pelo médico. Enquanto alguns testes exigem um período de jejum de 8 a 12 horas antes da coleta de sangue, outros não.

Em geral, a glicemia em jejum, que mede o nível de açúcar no sangue, exige um jejum de 8 horas. E os exames de colesterol e triglicerídeos requerem um jejum de 12 horas.

Já para o hemograma completo e o TSH, por exemplo, geralmente não é necessário jejum.

Alguns tipos de exames podem exigir restrições adicionais, como evitar o consumo de álcool nos dias que antecedem a coleta.

Caso você tenha dúvidas, é recomendado entrar em contato com o laboratório para obter as informações corretas sobre o período de jejum necessário para cada exame solicitado e demais orientações. 

Sobre o autor

Dr. Filipe Fontes

Médico - Endocrinologia

  • Clínica médica
  • Endocrinologia e metabologia
  • Emagrecimento, obesidade, gordura localizada
  • Performance e ganho de massa
  • Melhora da libido e disposição
  • Terapias injetáveis
  • Reposição hormonal e qualidade do sono
  • Tireóide, diabetes e sarcopenia

Dr. Filipe Fontes

Médico - Endocrinologia

  • Clínica médica
  • Endocrinologia e metabologia
  • Emagrecimento, obesidade, gordura localizada
  • Performance e ganho de massa
  • Melhora da libido e disposição
  • Terapias injetáveis
  • Reposição hormonal e qualidade do sono
  • Tireóide, diabetes e sarcopenia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *