Rua Pedroso Alvarenga, 584 – Itaim Bibi, São Paulo, SP

Qual a diferença entre Ozempic, Saxenda, Victoza e Wegovy?

por 15 abr, 2023

Se você está buscando um remédio para ajudar na perda de peso, provavelmente já ouviu falar de Ozempic, Saxenda, Victoza e Wegovy.

Esses medicamentos são frequentemente usados como uma opção para aqueles que lutam com a balança e buscam uma solução adicional para alcançar seus objetivos. Mas qual é o melhor para emagrecer? E quais são os efeitos colaterais?

A resposta para essa e outras perguntas você encontra no post de hoje. Vou te explicar como cada um desses medicamentos funcionam e quais são as principais diferenças entre eles. Confira!

Entenda a diferença entre Ozempic, Saxenda, Victoza e Wegovy

Emagrecer é um desafio para muitas pessoas e, às vezes, a busca por soluções mais rápidas e eficazes pode nos levar a optar por medicamentos.

No mercado, existem vários remédios para emagrecer, como Ozempic, Saxenda, Victoza e Wegovy. Mas, afinal, qual é a diferença entre eles?

Neste tópico, vou explorar as características e particularidades de cada um desses medicamentos. Vamos lá?!

Saxenda

O Saxenda, amplamente conhecido como “caneta emagrecedora”, é uma opção de tratamento prescrita por médicos para adultos com excesso de peso ou obesidade. Ele visa ajudá-los a controlar problemas de saúde relacionados ao peso, como diabetes e hipertensão.

A medicação é fácil de usar, basta aplicar uma vez por dia, e atua suprimindo o apetite, auxiliando os usuários a atingir suas metas de peso. É administrado por via subcutânea, tornando-se uma escolha conveniente para os pacientes.

  • Qual o princípio ativo? Liraglutida
  • Para que é indicado? Controle crônico de peso
  • Possui autorização da Anvisa para o tratamento de redução de peso? Sim
  • Exige receita médica? Sim
  • Quais são os efeitos colaterais mais comuns? Náusea (enjoo), vômito, diarreia, constipação. Estes sintomas normalmente desaparecem após alguns dias ou semanas.

Ozempic

O Ozempic é uma solução injetável semanal que foi desenvolvida para controlar o nível de açúcar no sangue em adultos com diabetes tipo 2. Embora muitas pessoas o utilizem para fins de emagrecimento, a sua fórmula está oficialmente indicada apenas para essa finalidade.

A ação do Ozempic se dá através do estímulo à secreção de insulina e da diminuição da secreção de glucagon, garantindo um controle efetivo da glicemia elevada.

Além de ajudar a controlar a glicemia, o Ozempic também contribui para a perda de peso por meio de diversas vias: ele controla a fome, promove a sensação de saciedade no cérebro, melhora a secreção de insulina pelo pâncreas e faz com que o alimento seja liberado mais lentamente do estômago.

Esses efeitos combinados tornam o Ozempic uma alternativa atrativa para pessoas com diabetes tipo 2 que buscam controlar tanto a glicemia quanto o peso.

  • Qual o princípio ativo? Semaglutida
  • Para que é indicado? Diabetes tipo 2
  • Possui autorização da Anvisa para o tratamento de redução de peso? Não
  • Exige receita médica? Sim
  • Quais são os principais efeitos colaterais? Enjoo, diarreia e hipoglicemia, que tendem a desaparecer ao longo do tempo.

Victoza

Victoza é uma solução injetável semanal que possui semelhanças com os medicamentos mencionados acima; assim como o Ozempic, é uma opção de tratamento para o diabetes mellitus tipo 2, e possui o mesmo princípio ativo do Saxenda.

Embora ambos compartilhem a mesma substância, eles apresentam diferenças notáveis em relação a sua administração e aprovação regulatória.

Enquanto o Victoza é indicado especificamente para o tratamento do diabetes, o Saxenda é autorizado pela Anvisa para ser utilizado como uma ferramenta coadjuvante na redução de peso.

  • Qual o princípio ativo? Liraglutida
  • Para que é indicado? Diabetes tipo 2
  • Possui autorização da Anvisa para o tratamento de redução de peso? Não
  • Exige receita médica? Sim
  • Quais são os principais efeitos colaterais? Hipoglicemia, dores de cabeça, náusea e diarreia

Wegovy

O Wegovy possui o mesmo princípio ativo que o Ozempic, porém, ao contrário deste último, é recomendado especificamente para tratar o excesso de peso e oferece resultados efetivos em um curto período de tempo.

É indicado o uso deste medicamento uma vez por semana e, com isso, após um ano de uso regular, pode-se esperar uma redução média de 17% no peso corporal como resultado.

É importante notar também que os efeitos podem ser ainda mais significativos, dependendo do estilo de vida e da dieta do indivíduo.

  • Qual o princípio ativo? Semaglutida
  • Para que é indicado? Controle de peso, incluindo perda e manutenção de peso
  • Possui autorização da Anvisa para o tratamento de redução de peso? Sim
  • Exige receita médica? Sim
  • Quais são os principais efeitos colaterais? Cefaleia, náuseas, vômitos, diarreia, constipação e dores abdominais.

Mas, afinal, é possível para alguém sem diabetes utilizar esses medicamentos?

Essa pergunta é bastante frequente. A resposta é sim, desde que indicado por um médico especialista e com a devida indicação. Isso porque várias pesquisas já comprovaram a eficácia dos princípios ativos presentes nesses remédios para o controle e redução de peso.

Ozempic, Saxenda, Victoza e Wegovy: Qual é melhor para a perda de peso?

Quando se trata de emagrecimento, a escolha de uma medicação adequada é uma tarefa que requer atenção e cuidado.

Não basta apenas encontrar um remédio que tenha funcionado para alguém. 

Uma variedade de fatores influencia o sucesso que você terá com esse tratamento, incluindo suas condições de saúde, histórico médico, hábitos alimentares atuais, preferências de estilo de vida e até mesmo seu orçamento.

Levar tudo isso em consideração ao montar um plano é essencial para alcançar os melhores resultados possíveis.

Qualquer médico pode prescrever Ozempic, Saxenda, Victoza e Wegovy para perda de peso, mas é altamente recomendável que o tratamento seja supervisionado por um endocrinologista para garantir um plano de acompanhamento eficaz.

Isso não apenas fornecerá orientações mais completas, mas também ajudará a otimizar os resultados do tratamento.

Nunca é aconselhável correr riscos desnecessários com a sua saúde optando por tomar medicamentos para emagrecer sem o acompanhamento médico adequado. Essas substâncias podem ter interações medicamentosas e efeitos adversos em seu corpo, portanto, devem ser usadas com cautela.

Marque uma consulta com um endocrinologista e tenha a tranquilidade de estar seguindo o melhor caminho para alcançar seus objetivos e recuperar a sua qualidade de vida. 

 

Sobre o autor

Dr. Filipe Fontes

Médico - CRM 200152/SP

  • Endocrinologia e metabologia
  • Clínica médica
  • Emagrecimento, obesidade, gordura localizada
  • Performance e ganho de massa
  • Melhora da libido e disposição
  • Terapias injetáveis
  • Reposição hormonal e qualidade do sono
  • Tireóide, diabetes e sarcopenia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *